Loss lança álbum 'Storm', primeiro pelo selo europeu DYMM Records

O trio mineiro Loss, formado por Marcelo Loss (vocal e baixo), Adriano Avelar (guitarra e backing vocals) e Teddy Bronsk (bateria), apresenta o álbum "Storm", disponível nas principais plataformas digitais e em formato físico (CD) pela gravadora europeia DYMM Records. Gravado no Analog Dream Studio (BH), com mixagem e masterização de Jim Siou, em Atenas (GRE), o álbum traz onze faixas, sendo oito cantadas em inglês e três em português. "Em 'Storm', primeiro lançado pelo selo europeu DYMM Records, estão presentes os dois singles 'The Light' e 'Life Shows', além de cinco faixas inéditas e as quatro faixas originalmente lançadas como EP em 2020. O detalhe sobre as do EP, é que regravamos as guitarras, uma vez que Adriano Avelar entrou na banda após o lançamento do EP. Também fizemos uma nova mixagem, a fim de que elas soassem coesas com as outras. Estamos muito contentes com o resultado", declarou o vocalista e baixista Marcelo Loss.

"Outra preocupação que tivemos durante a produção e gravação das músicas foi deixar que elas soassem o mais fiel possível à forma como serão executadas ao vivo. Assim, como a banda é um trio, durante os solos de guitarra não há overdubs de guitarras, o que torna o som orgânico e verdadeiro. À exceção da faixa 'Tomorrow', que tem presença de violões, e a acústica 'Insight', todas seguem esse conceito", acrescentou Marcelo Loss.

Confira o clipe de "Life Shows", exibido em primeira mão em rede nacional pelo programa de TV Alto Falante, da TV Brasil e Rede Minas, em "Life Shows" em https://www.youtube.com/watch?v=wQ-2DQvkVcw



Segundo o vocalista e baixista, "Life Shows" é uma música que representa bem o estilo da Loss: um rock direto e visceral, com forte influência de metal. "Na letra, falo sobre um idoso refletindo sobre as suas experiências e chegando à conclusão de que a vida nos mostra todas as coisas ruins que conhecemos, mas ao mesmo tempo ela é um milagre e não deve ser desperdiçada".

Formado por Marcelo Loss (vocal e baixo), Adriano Avelar (guitarra e backing vocals) e Teddy Bronsk (bateria), a Loss apresenta uma sonoridade que remete ao classic e heavy rock, mas com referências modernas e flertando com diversos estilos musicais. "Nossa sonoridade remete aos clássicos, com influências de classic rock, stoner, metal, hard rock, mas tudo temperado com muito groove e com referências modernas", detalhou Marcelo Loss.

Ouça o álbum nas plataformas de streaming: https://ditto.fm/storm-loss

Repertório de "Storm":
01 Life Shows
02 Burn Inside
03 The Light
04 Até Quando
05 In My Mind
06 Entre o Bem e o Mal
07 Tomorrow
08 Hate
09 Insight
10 Let’s Go
11 A Luz (bônus track)

- Os músicos -

Marcelo Loss foi fundador do Concreto, com o qual gravou sete álbuns e dois DVDs. O último álbum da banda foi lançado em 2019 e contou com a bateria gravada por Vinny Appice (Black Sabbath, Dio e outros). Com a banda e outros projetos, Loss já se apresentou por todo o país, além de cidades como Los Angeles, NYC, Londres, Dublin e Pequim.
 
Adriano Avelar foi vocalista e guitarrista da banda Caxakustica, com a qual gravou um álbum em 2002. Também tem no currículo gravações e participações ao lado de artistas variados, que vão desde compositores como Marku Ribas e Klinger, a rappers como Xis, Deleve, Thales Dusares e o ex-Planet Hemp Speed Freaks.
 
Teddy Bronsk foi fundador da lendária banda Witchhammer, uma das pioneiras do metal nacional na década de 80 e com a qual lançou quatro álbuns. Em 2008, se juntou ao Concreto, gravando dois álbuns e dois DVDs.
 
Sites relacionados:
https://www.lossband.com
https://linktr.ee/Lossband

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.





Assessoria de Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Gueppardo apresenta clipe para 'When I'm Gone'

A banda gaúcha Gueppardo, formada por Thiago Gutierres (vocal), Perÿ Rodriguez (guitarra), Rafael Yadek (baixo) e Lucas Rodrigues (bateria), apresenta o videoclipe para "When I'm Gone", faixa do álbum "I Am The Law", lançado no ano passado pelos selos Hurricane Records e Dr. Rock. "Trata-se de uma balada com elementos dos anos 80, mais na linha Michael Schenker, minha principal influência, mas mantendo o estilo latino e típico da banda, com vocais dramáticos", revela Perÿ Rodriguez. "A letra fala daquela velha dança, do 'você é importante para mim' ou do 'nada vai mudar'. Até que… muda! Quando você tem a pessoa em seus braços, mas ela não realmente está lá. Então, a dança se torna fingida, a luta começa e a batalha selvagem por controle nos consome. E, mesmo assim, a paixão às vezes sobrevive à noite, ferida e sofrida, do jeito que não confessamos, mas no fundo, gostamos. É o combustível que dura noite após noite. E quando for embora, pensa que nunca mais vai se sentir o mesmo. Ou será que vai?", completa.

Confira o videoclipe, filmado por Marcos Neuberger, em https://youtu.be/ryYCcsXehb4



Formada em 2007, em Porto Alegre (RS), a Gueppardo baseia seu som em uma mescla de hard rock e heavy metal, inspirado em nomes como Accept, Saxon, Michael Schenker, Loudness e outras. "Iniciamos com letras em português, gravando o EP 'Instinto Animal' (2009) e os álbuns 'Fronteira Final' (2015) e 'Execução Sumária' (2019). Porém, mudamos para o inglês com o lançamento de 'I Am The Law', visando alcançar o mercado internacional", observa o vocalista Thiago Gutierres. "A Gueppardo é das ruas e do meio urbano, que gosta de estar na estrada, pois não vejo sentido em ter uma banda, gravar e não fazer shows. A pandemia nos tirou das ruas, pois tínhamos cerca de 50 datas agendadas, mas agora estamos de volta. Além disso, já iniciamos as gravações de nosso quarto álbum, previsto para sair em outubro", conclui o guitarrista Perÿ Rodriguez.

Contatos:
Instagram: @gueppardoofficial
Facebook: https://www.facebook.com/Gueppardo

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Ouça o álbum "I Am The Law" no Spotify:
https://open.spotify.com/album/1BcqcMgHu2WTUxohkyhrIl?si=-IMAXemCTqGyNWpY_4nl3A



Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

 

Skunk Oil: brasileiros radicados em Los Angeles lançam novo EP, 'Under Skinned'

O Skunk Oil, que conta com Dennis D'Angelo (guitarra, percussão e backing vocals) e Caio Moskalkoff (bateria), músicos brasileiros radicados em Los Angeles, apresenta seu novo EP, "Under Skinned". "Em comparação ao EP anterior, 'Skeletons In The Closet' (2018), nosso novo EP destaca um som com estética e composições mais maduras", aponta Caio Moskalkoff. "As letras são adornadas com melodias intensas, transportando o ouvinte a uma jornada que explora as dualidades internas do ser humano com conflitos externos do dia-a-dia", completa Dennis D'Angelo.

Formada em Boston em 2017 por Dennis D’Angelo (guitarra), Caio Moskalkoff (Bateria) e o ex-integrante, Lucas Tadini (teclado), a Skunk Oil pratica um som que tem como referência nomes como Queens of the Stone Age, Soundgarden e Black Sabbath. Seu primeiro lançamento se deu em 2018 com o single "Elephant's Paw", seguido pelo primeiro EP, "Skeletons in the Closet", que também conta com o finlandês Jaska Isola, que gravou o mais recente EP, mas retornou ao seu país de origem.
 
Gravado nos estúdios The Record Company e Dimension Sound Studios, em Boston, MA (EUA), "Under Skinned" teve arte/ilustração de Caio Gomes e contou com a participação do baixista Fede Delfino (baixo e backing vocals) e do vocalista Jaska Isola. O material teve Joe Stewart e Dennis D'Angelo como engenheiros de gravação, com mixagem a cargo de Alec Rodriguez e masterização de Tom Waltz (Waltz Mastering).
 
Confira o repertório de "Under Skinned":
1- I've Got Nothing
2- Purple Snake
3- Heavy Feet, Thin Ice
4- …From Dust to Gold
5- Godlike
6- Bird's Eye View
 
A faixa "Godlike" traz uma letra intrigante, que fala sobre um personagem fictício. "Trata-se de um típico 'anti-herói', obcecado pelo poder, influência e controle sobre os outros. É uma música dinâmica e intensa, com ótimos riffs de guitarra", explica D'Angelo, que também dirigiu o clipe filmado pela Chacon Media.
 
Outro single do repertório é "Heavy Feet, Thin Ice", que também saiu em videoclipe. "A música retrata pessoas com uma energia negativa, tóxica, que tudo que fazem é trazer os que estão ao seu redor para baixo com eles. Já o clipe é uma mescla de imagens que a banda fez durante as gravações do EP, pedaço de shows, viagens e momentos aleatórios durante os anos 2018 e 2019", conclui o guitarrista D'Angelo, que a partir de agora também assumirá a função de vocalista.
 
Confira o vídeo de "Heavy Feet, Thin Ice" em https://youtu.be/VSgCjHEWgLU



Site relacionado: www.skunkoilband.com
 
Mídias sociais:
https://www.facebook.com/skunkoil/
https://www.instagram.com/skunk_oil/
 
Ouça no Spotify: https://tinyurl.com/2p89mj36


Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

 

Peixes Voadores lança clipe da faixa-título do mais recente álbum

Após soltar vídeos de "Virtual Minds", "Trouble Inside", "High on The Road", "Flying High" e "Eyes in The Sky", a banda de stoner/doom Peixes Voadores, formada por Daron (vocal), Betão (guitarra), Farinha (baixo) e Elvis (bateria), apresenta o videoclipe da faixa-título do álbum "Altered States". "A proposta de clipe para a 'Altered States' gira em torno do conceito da busca eterna do homem por sua origem, seu eu interior, o autoconhecimento, e o conhecimento sobre sua própria espécie. A música fala desta nossa curiosidade em buscar em compreender o desconhecido, entender o universo que nos cerca, que é inerente da natureza humana. Somos seres vindos da natureza, e logo, buscamos expandir os limites de nossas mentes elevar nossa existência no mundo através desta própria relação com a natureza e suas demais criações", detalhou o vocalista Daron.
 
Confira o videoclipe de "Altered States" em https://youtu.be/6MYt70HnaIs
 


"A proposta do clipe foi apresentar imagens psicodélicas e de cunho transcendental, intercaladas a imagens da banda executando a música, com o objetivo de simbolizar e representar a complexidade da ideia proposta na letra. Com isto, o objetivo é conduzir o espectador a uma viagem interior de reflexão e contemplação do seu próprio eu em sincronia com seu lugar no mundo", completou o baixista Farinha.
 
O álbum "Altered States", primeiro da banda com letras em inglês, teve Conra Rüther como engenheiro de som, e a captação pelo estúdio Áudio Porto em Porto Alegre (RS). Ouça no Spotify em https://tinyurl.com/3dy6snvf

Sites relacionados:
Facebook: https://www.facebook.com/peixesvoadores
Instagram: https://www.instagram.com/peixes_voadores/
Youtube: https://www.youtube.com/peixesvoadores
 
Link para compra online/download pago: https://peixesvoadores.bandcamp.com/album/altered-states
 
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.




Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

HIBRIA apresenta segundo episódio do studio report de 'Me7amorphosis'

A banda HIBRIA, um dos grandes nomes do metal brasileiro e referência mundial no que diz respeito a bandas brasileiras que fazem sucesso no exterior, principalmente, no Japão, criou uma série especial em seu canal no YouTube, onde apresenta, todas as sextas, a partir das 11h, episódios contando sobre os bastidores e curiosidades sobre o novo álbum, "Me7amorphosis". Desta vez, Bruno Godinho (guitarra) e Otávio Quiroga (bateria) detalham um pouco sobre o processo de produção e gravação da bateria, realizada no Estúdio Fusão, do produtor e músico Thiago Bianchi (Noturnall), e também no HIBRIA Studios.
 
Veja o episódio em https://youtu.be/XRZ9KlH5OJI

"Me7amorphosis" ("Me7a", abreviado) é o sétimo álbum da banda, atualmente formada por Victor Emeka (vocal), Abel Camargo e Bruno Godinho (guitarras), Thiago Baumgarten (baixo) e Otávio Quiroga (bateria). Produzido por Bruno Godinho, com mixagem de Benhur Lima e masterização a cargo de Mike Couzzi (EUA), "Me7amorphosis" foi lançado em 23 de fevereiro no Japão pela gravadora Marquee/Avalon e no Brasil e demais países pelo selo brasileiro Voiza Records no dia 25 de fevereiro. A direção de criação e de arte ficou a cargo de Victor Emeka, enquanto a capa foi criada por Gustavo Pelissari.
 
Com a nova formação, "Me7amorphosis", que vem obtendo excelente aceitação da mídia e dos fãs, traz uma abordagem inovadora e moderna, mas, ainda assim, mantendo os elementos que tornaram a HIBRIA conhecida mundialmente desde o lançamento de seu clássico debut, "Defying the Rules" (2004). A faixa "Tribal Mark" conta com a participação especial de três ex-integrantes da banda: o vocalista Iuri Sanson, o guitarrista Diego Kasper e o guitarrista Renato Osorio.
 
"A receptividade do nosso sétimo álbum de estúdio, 'Me7amorphosis (Me7a)', está sendo excelente no mundo todo, tanto pelos fãs quanto pela imprensa especializada. Esse trabalho marca não apenas o retorno da banda com uma nova e poderosa formação, mas também é um marco na trajetória do grupo, e prepara o caminho para o desenvolvimento de novas sonoridades nos próximos registros", comentou Abel Camargo, guitarrista e cofundador do HIBRIA.
 
Confira o repertório de "Me7amorphosis":
War Cry
Shine
Meaning of Life
Fearless Will
I Am So Lonely
Raging Machine
Skyline of the Soul
The Racer
Tribal Mark (com Iuri Sanson, Diego Kasper e Renato Osorio)
A Storm to Heal
 
Veja o lyric video da faixa "Skyline of the Soul" em https://youtu.be/oGz_TFuOyqY


 
Mídias sociais:
https://www.instagram.com/hibriaofficial/
https://www.youtube.com/hibria
https://www.facebook.com/HIBRIAOFFICIAL/
 
Streaming:
bit.ly/spotify-hibria
bit.ly/deezer-hibria

Para contratar o HIBRIA para shows: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


 

Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 

 

RF Force: confira o peso pesado do novo single e vídeo, 'Flying Dogs'

O RF Force, formado por Marcelo Saracino (vocal), Rodrigo Flausino e Daniel Iasbeck (guitarras), Ricardo Flausino (baixo) e Lucas Emidio (bateria), lança mais um single e vídeo do álbum de estreia, "RF Force", lançado em formato físico pela Classic Metal. Desta vez, a faixa escolhida foi "Flying Dogs", que mostra um lado ainda mais pesado do quarteto e que, segundo Saracino, é "umas das mais rápidas e fortes do álbum, com linha vocal alta e poderosos versos."

Confira o lyric video de "Flying Dogs" em https://youtu.be/4KxPwoqLe2c

"'Flying Dogs' é a nossa música com influências mais evidentes do thrash. A letra retrata um cenário resultante de uma batalha entre caças na guerra", diz Rodrigo Flausino. "Ela tem um clima tenso nos versos e gosto muito dos refrãos, solos de guitarra e convenções melódicas, além das frases no meio e final", completa Ricardo Flausino.

Confira o repertório do álbum "RF Force", que teve arte de capa e design a cargo de Quinho Ravelli e foi produzido por Rodrigo Flausino e Daniel Iasbeck, também responsável pela mixagem e masterização:

1- Fallen Angel
2- Old School Metal
3- Flying Dogs
4- The Beast and the Hunter
5- Creeps of the World
6- In the Heart and Mind
7- Fighter
8- Will You Remember?
9- Beyond Life and Death
10- M.O.A.B.

Com temática inspirada por eventos recentes da humanidade e outros temas conhecidos no mundo metal como religião e guerra, o grupo paulista traz influências de bandas como Judas Priest, Dio, Iron Maiden e Accept. "Nosso som tem momentos mais power metal ou até alguns meio thrash, como na faixa 'Flying Dogs', mas acredito estar enquadrado no heavy tradicional. O ouvinte vai perceber influências de Dokken e Helloween, mas acaba indo para um lado mais Dio e Judas Priest. Não tentamos copiar nada, apenas fizemos o que fazemos naturalmente", detalha Rodrigo Flausino.

Sobre o nome da banda, Rodrigo Flausino revela que, apesar das iniciais, o RF Force não se trata de um trabalho solo. "Serve como referência para melhor fixação. E, claro, usar a palavra força (Force) tem tudo a ver com o heavy metal e com guitarra, vide 'G-Force' do saudoso Gary Moore ou o clássico 'Rising Force', de Yngwie Malmsteen", explica o guitarrista, conhecido pelos trabalhos com as bandas Hardstuff, Children Of The Beast e, principalmente, por seu canal no YouTube, que conta com mais de 155 mil inscritos.

O lançamento mundial de "RF Force" nas plataformas digitais será no dia 29 de abril, quando o álbum será lançado no mercado europeu, com distribuição também nos Estados Unidos, pelo selo Sueco Black Lion Records.
 
Mídias sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/rfforcemetal/
Instagram: https://www.instagram.com/rf_force/

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 
Site relacionado: https://loja.classicmetal.com.br/


Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Ivory Gates apresenta segundo single e vídeo antecipando o novo álbum

Após lançar o single da faixa-título do novo álbum, "Behind the Wall", o Ivory Gates, formado por Felipe Travaglini (vocal), Matheus Armelin (guitarra), Hugo Mazzotti (baixo) e Thiago Siqueira (bateria), apresenta o single e vídeo para a faixa "Fall of Jericho". "'Fall of Jericho' é provavelmente a música mais pesada e agressiva do repertório de 'Behind the Wall'. Mesclando elementos do prog metal moderno a um thrash metal rápido, ela deixa claro nossa proposta, pois abusa do peso para tratar, de forma figurada, da falta de empatia e intolerância, temas mais atuais que nunca em nossa sociedade", explica o guitarrista Matheus Armelin.
 
Confira o lyric video de "Fall of Jericho", editado por Felipe Travaglini, em https://youtu.be/nyZnamGyPB4

"Behind the Wall" foi produzido e gravado por Matheus Armelin no Transient Studio, em Piracicaba, cidade natal do grupo. A bateria, violões, vocais complementares foram gravados e coproduzidos por Renato Napty no iPu Va'e Estúdio. "A bateria foi gravada pelo ex-integrante, Fabrício Félix, que foi substituído por Thiago Siqueira (ex-Ignispace e Ansata)", observa o baixista Hugo Mazzotti. "Musicalmente, o novo álbum mostra um Ivory Gates cada vez mais pesado e variado, sem medo de cruzar o muro. Desta vez, fomos a extremos e usamos o medo do desconhecido e a acomodação da zona de conforto como conceitos para a criação musical de 'Behind the Wall'. Assim, apesar de manter firme nossas raízes, buscamos adicionar elementos que nunca tínhamos usado, seja uma balada em 6/8 como em 'Leaves of Winter', o peso do thrash em 'Fall of Jericho' ou indo até os ritmos brasileiros e latinos utilizados na instrumental 'Duallity'", acrescenta Armelin.
 
Criado em Piracicaba (SP) em 2000, o Ivory Gates tem em sua discografia os álbuns "Shapes of Memory" (2002), "Status Quo" (2005), "Devil's Dance" (2011) e "UnKnown Trails" (2014), trabalhos que foram bem recebidos pela mídia nacional e internacional.
 
Ouça nas plataformas de streaming em https://orcd.co/fallofjericho

Sites relacionados:
Bandcamp: https://ivorygatesofficial.bandcamp.com
Facebook: https://www.facebook.com/ivorygatesoficial/
Instagram: https://www.instagram.com/gatesivory/
 


 

Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 

 

Nite Stinger retorna aos palcos em evento no Hangar 110

A banda de hard rock Nite Stinger segue promovendo o álbum de estreia, "Nite Stinger", lançado em formato físico no ano passado pela Animal Records no Brasil, Steelheart Records na Europa e Canil Records no formato digital. A próxima data será um evento no Hangar 110 (SP), que contará com a presença das bandas Electric Gypsy, Devildust e Sick Dogs in Trouble e ocorre no sábado, dia 26 de março. Na ocasião, Jack Fahrer (vocal), Roger Benet e Bruno Marx (guitarras) e Bento Mello (baixo) contarão com a participação do baterista Gabriel Haddad (Sioux 66), já que Ivan Busic estará na Argentina com o Dr. Sin. "Depois da estreia nos palcos em novembro de 2021, estamos de volta! Preparamos um show especial, com um set que terá pela primeira vez uma inédita, a faixa bônus do CD no mercado europeu e que será o próximo single. Por sinal, tocaremos a 'Beat It' em primeira mão no Estúdio Showlivre na quinta-feira (24)", revelou o baixista Bento Mello.
 
O álbum "Nite Stinger", produzido por Roger Benet e Bento Mello, foi antecipado pelos singles e vídeos "Gimme Some Good Lovin'" e "That Feeling". O material obteve grande respaldo da mídia e figurou em diversas listas dos melhores do ano. Para ouvir nas plataformas de streaming, acesse: https://bit.ly/NiteStinger_


 
Serviço:
Atrações: Nite Stinger, Electric Gypsy, Devildust e Sick Dogs in Trouble
Discotecagem: DJs Darlanzzinho e Lidio Rabello
Data: sábado, 26 de março
Horário: a partir das 19h | Término: 23h30
Local: Hangar 110
Endereço: Rua Rodolfo Miranda, Bom Retiro, São Paulo (SP)
Ingressos: Classificação: 14 anos
Realização: Hangar 110 Música e Cultura
 
Vendas online: https://pixelticket.com.br/eventos/7895/nite-stinger-electric-gypsy-devil-dust-sick-dogs-on-trouble

Ingressos:
Antecipado
1º lote - R$ 30,00 - pista - meia /promocional *
2º lote - R$ 40,00 - pista - meia/promocional*
3º lote - R$ 50,00 - pista - meia/promocional *

*Mediante apresentação da carteira de estudante ou a doação de um quilo de alimento não perecível (MENOS SAL E AÇÚCAR), a ser entregue no dia do show.

** Para entrar nos shows será obrigatório o uso de máscara, assim como a apresentação do passaporte da vacina contra o novo coronavírus. Para isso, será necessário apresentar o aplicativo ConectSUS, e saude SP, carteira de vacinação, demonstrando a aplicação das 2 doses ou da dose única da vacina, já recebidas.

Mídias Sociais (@nitestinger):
Facebook: https://www.facebook.com/nitestinger
Instagram: https://www.instagram.com/nitestinger/
 
Veja o videoclipe de "Gimme Some Good Lovin'", dirigido por Rodrigo Barth, em https://youtu.be/lSOGIhE85UU
 


Nite Stinger ao vivo no Estúdio Showlivre
24 de março às 14h
Site: showlivre.com  
YouTube: youtube.com/showlivre
Facebook: facebook.com/showlivre



Assessoria de Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


 

Hammurabi lança vídeo ao vivo para 'The Emperor Returns to the Front'

Considerada uma das músicas mais importantes e completas da banda mineira Hammurabi, "The Emperor Returns to the Front", que completou sete anos desde o seu lançamento em 2015, acaba de ganhar um vídeo ao vivo. "Curiosamente, as demos de 'The Emperor...' foram feitas há exatos dez anos, sendo que ela já figurava entre aquelas que marcariam o início de um novo ciclo para a banda. Tínhamos terminado a tour brasileira de 'The Extinction Root' (2010) com shows ao lado do Dark Funeral e Gama Bomb, depois de mais de 40 datas ao redor do país", conta Daniel Lugondi. "Porém, infelizmente, este novo ciclo não se iniciou e a banda chegou esfacelada ao fim da tour e necessitaria se reconstruir mais uma vez", completa.
 
Veja o vídeo ao vivo gravado no Manifesto Bar (SP) em https://youtu.be/lfbo0Uk00zg
 


A reconstrução citada por Lugondi levou praticamente dois anos e a perda de uma janela internacional, já que "The Extinction Root", lançado originalmente pela Cogumelo Records também foi distribuído na Europa e nos Estados Unidos pela Relapse Records. "Mudei-me para São Paulo e tivemos uma formação com membros paulistas – Leandro Gavazzi (ex-Pentacrostic, Divine Uncertainty e outros) na bateria e Uila Max na guitarra solo. Entramos em estúdio ainda sem baixista, mas então surgiu o apadrinhamento e também a participação especial de um dos fundadores de uma das bandas mais icônicas do heavy metal brasileiro. Dick Siebert, baixista do Korzus, além de possuir uma das performances ao vivo mais emblemáticas por onde passa, concedeu ao registro. Ele participou tanto em áudio quanto em vídeo para essa música tão marcante para a carreira da banda", detalha Lugondi.
 
"The Emperor Returns to the Front" foi gravada, mixada e masterizada no estúdio Mr. Som sob a batuta de Marcello Pompeu e Heros Trench. O clipe foi concebido no Espaço Som (SP), com direção de Willians Abreu. "O clipe foi lançado no canal do YouTube em março de 2015 e teve ótima receptividade. Realmente alavancou oportunidades, como o convite para uma tour na Europa ao lado do Melechesh e Keep of Kalessin, mas nada de concreto", recorda Lugondi.
 
Quando ocorreu o show de onde foi tirado o vídeo ao vivo, a banda não subia nos palcos havia três anos. "Tocamos no Manifesto Bar, onde, pela primeira vez, 'The Emperor Returns' foi apresentada ao vivo. A banda estava enferrujada, mas devidamente ensaiada. Com a adição de Bruno Sapienza (baixo) fizemos um set recheado das então músicas novas, como 'Kings of Babylon', de 'L.A.W' (2018). Tocamos ao lado do Neuróticos (Japão) e da emergente Sinaya", relata Lugondi. "Com isso, em comemoração a esses 7 anos, a banda disponibiliza o vídeo dessa apresentação no mesmo fatídico 17 de março, além de disponibilizar o merchandise oficial comemorativo – camiseta e moletom –, e novos produtos em sua loja oficial como café e CDs", conclui.
 
Nas próximas semanas, a Hammurabi anunciará a sua nova formação e a preparação para uma turnê pelo Brasil ainda este ano e um giro pela Europa no primeiro semestre de 2023.

Para ouvir nas plataformas de streaming, acesse: https://hammurabi.hearnow.com/
 
Mídias sociais:
https://www.facebook.com/HammurabiBrasil
https://instagram.com/HammurabiBrasil
https://twitter.com/HammurabiBrasil
 
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Assessoria de Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Kiss FM: 4ª temporada do Kiss Club começa nesta sexta (18)

O programa Kiss Club está de volta em sua 4º temporada, transmitido ao vivo direto do Estúdio Espaço Som, em São Paulo, com foco em apresentações de bandas de rock nacional, tanto as emergentes quanto as já consagradas.
 
Com destaque no cenário rock em todo o país, a audiência do programa ultrapassa os 60 mil ouvintes por minuto no rádio, além da transmissão ao vivo pelo canal oficial da Kiss FM no YouTube, onde os internautas interagem com perguntas e comentários levados pelo apresentador Paul Martins aos artistas no palco.
 
A novidade é que, com as novas regras de flexibilização divulgadas pelo Governo do Estado de São Paulo sobre a Covid 19, o programa passa a receber público para assistir o Kiss Club ao vivo. O estúdio conta com palco, iluminação e espaço para comportar até 100 pessoas com tranquilidade.
 
“É sensacional chegar à quarta temporada a frente deste programa que tanto amo, sempre junto ao meu brother de microfone Rodrigo Branco, aos parceiros e a equipe de produção fantástica que trabalha a semana inteira para levantar o programa”, diz Paul Martins, apresentador do Kiss Club. "Vejo o programa Kiss Club como uma extensão do programa Autoral Brasil Kiss FM, veiculado as quintas feiras às 20 horas, que da oportunidade e visibilidade as novas bandas de rock nacional", acrescenta.
 
O Kiss Club também abriga apresentações de bandas e artistas consagrados do rock brasileiro, já passaram pelo programa nomes como; Golpe de Estado, Nuno Mindelis, Pavilhão 9, Far From Alaska, Krisiun, 365, Vanguart, Ratos de Porão, Fábio Lione & Marcelo Barbosa (Angra), Inocentes, Casa das Máquinas, Dr. Sin, Supla, Made in Brazil, Vespas Mandarinas, Velhas Virgens, entre outras.
 
Para assistir ao programa Kiss Club ao vivo no Estúdio Espaço Som em São Paulo, entre em contato com o estúdio ou garanta seu ingresso antecipado no sympla.com.br
 
Kiss Club Ao Vivo 4º Temporada
Data: Todas as sextas-feiras
Horário: Das 22h à 00h (ao vivo)
Ouça pelo Rádio: Kiss FM São Paulo (92,5), Kiss FM Litoral (100,3), Kiss FM Rio de Janeiro (91,9)
Assista pelo YouTube: youtube.com/radiokissfmoficial
Site: https://kissfm.com.br/
Instagram: @kissfm92.5 e @kissclubkissfm92.5
Estúdio Espaço Som: www.espacosom.com.br
Adquira seu ingresso com o Estúdio Espaço Som ou antecipado no:
https://www.sympla.com.br/kiss-club---os-roucos--pad__1516366

*Será exigido o comprovante das duas doses da vacinação contra a Covid 19, além da obrigatoriedade do uso de máscara dentro do Estúdio A, onde é realizado o programa Kiss Club.
 
Assessoria de Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Carmén Lipstick relança o single 'A Bruxa'

A banda Carmén Lipstick, formada por Felipe Costa (vocal e guitarra), Jhonny (guitarra, ex-Monochrome TV), Lucão (vocal e baixo) e Alan James (bateria, ex-Bar do Moe's) relança o single "A Bruxa", que conta com a participação especial de Thaís Amaral (Endigna). Apresentando uma irreverência poética evidenciada nas letras e melodias, a banda agrupa elementos do stoner, rock'n'roll e psicodélico, flertando até com a MPB em alguns momentos. "'A Bruxa é um mantra, um refrão cantado, uma poesia compartilhada, um momento de oração... São formas de sentir um fluxo de sensações e experiências maior que nosso corpo, uma ligação com algo que transcende a nossa capacidade de descrever. Podemos dar o nome que preferirmos para isso, afinal sentimos de diversas formas, mas a ideia é justamente um canal com uma energia abstrata", explicou Felipe Costa.
 
Confira o vídeo do single "A Bruxa", dirigido por Wendio Fernando (WFPROD), com produção técnica de Flávio DeLira (F.A.M.A.), da Trip Sem Danos, e roteiro de Felipe Costa em https://youtu.be/koJjftzNfyA



"Fazemos música numa banda pela vontade de nos ligarmos a todas as pessoas que estão à nossa volta, pelo ritmo, som e pela energia das vozes, como assim também há mulheres que buscam e cultivam uma conexão com a natureza divina através da dança e canções em rituais – como bruxas contemporâneas, elas vivenciam essa simbologia. A Bruxa de Carmén representa uma leitura contemporânea da busca por essa conexão com liberdade, autoconhecimento e com a harmonia, através da imagem de um culto, fazendo referências ao sagrado feminino, às religiões da Deusa, e das praticantes de seus conhecimentos, são elas as pessoas comuns que, de alguma forma, buscam estar próximas das energias da natureza, e cultuam isso como forma de se relacionar com o universo", acrescentou o vocalista e guitarrista.
 
"A Bruxa" foi gravada no estúdio Vertigo (SP) por Rei Menezes e mixada por Javi Flz no estúdio Moontower, em Barcelona, referência na cidade para bandas de metal/doom/stoner rock. Já a masterização, feita por Brad Boatright, ocorreu no Audiosiege, Portland/Oregon (EUA), conhecido por masterizar trabalhos de nomes como Sleep, High On Fire, Obituary, Zack Sabbath, Mutoid Man e outras bandas que inspiram a Carmén Lipstick. "O motivo do relançamento do single foi a nova proposta de áudio incentivada pelo produtor Caio Pastore, da Diablero Music Records, de Barcelona (ESP)", revelou Lucão.
 
Sobre a participação especial, Thais Amaral (Endigna), comentou: "Poder participar desse trabalho foi incrível! Eles são muito criativos e abertos a sugestões. Durante o processo de gravação pudemos experimentar várias nuances e climas de vozes, o que enriqueceu o resultado final desse trabalho".
 
Sites relacionados:
https://pt.diableromusicrecords.com/carmenlipstick
Bandcamp: https://carmenlipstick.bandcamp.com/
Instagram: https://www.instagram.com/carmenlipstick/
Facebook: https://www.facebook.com/carmenlipstick



Assessoria de Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Loss lança clipe de 'Life Shows', primeiro single do álbum 'Storm'

Exibido em primeira mão em rede nacional pelo programa de TV Alto Falante, da TV Brasil e Rede Minas, o trio mineiro Loss agora disponibiliza o videoclipe "Life Shows", que antecipa o novo álbum, "Storm", programado para sair em abril pela gravadora europeia DYMM Records e nas plataformas de streaming. "'Life Show' é uma música que representa bem o estilo da Loss: um rock direto e visceral, com forte influência de metal! A letra, como as outras da banda, foi escrita por mim e nela um idoso reflete sobre suas experiências, chegando à conclusão de que a vida nos mostra todas as coisas ruins que conhecemos, mas ao mesmo tempo ela é um milagre e não deve ser desperdiçada", explica o vocalista e baixista Marcelo Loss.
 
Veja o vídeo de "Life Shows" em https://www.youtube.com/watch?v=wQ-2DQvkVcw



Formado por Marcelo Loss (vocal e baixo), Adriano Avelar (guitarra e backing vocals) e Teddy Bronsk (bateria), a Loss apresenta uma sonoridade que remete ao classic e heavy rock, mas com referências modernas e flertando com diversos estilos musicais. "Nossa sonoridade remete aos clássicos, com influências de classic rock, stoner, metal, hard rock, mas tudo temperado com muito groove e com referências modernas", detalhou Marcelo Loss.
 
A Loss está prestes a lançar o álbum "Storm", marcado para o dia 1º de abril nas principais plataformas digitais e em formato físico (CD) na Europa. O repertório trará 11 faixas, sendo oito cantadas em inglês e três em português.
 
- Os músicos -

Marcelo Loss foi fundador do Concreto, com o qual gravou sete álbuns e dois DVDs. O último álbum da banda foi lançado em 2019 e contou com a bateria gravada por Vinny Appice (Black Sabbath, Dio e outros). Com a banda e outros projetos, Loss já se apresentou por todo o país, além de cidades como Los Angeles, NYC, Londres, Dublin e Pequim.
 
Adriano Avelar foi vocalista e guitarrista da banda Caxakustica, com a qual gravou um álbum em 2002. Também tem no currículo gravações e participações ao lado de artistas variados, que vão desde compositores como Marku Ribas e Klinger, a rappers como Xis, Deleve, Thales Dusares e o ex-Planet Hemp Speed Freaks.
 
Teddy Bronsk foi fundador da lendária banda Witchhammer, uma das pioneiras do metal nacional na década de 80 e com a qual lançou quatro álbuns. Em 2008, se juntou ao Concreto, gravando dois álbuns e dois DVDs.
 
Sites relacionados:
https://www.lossband.com
https://linktr.ee/Lossband

Ouça o single nas plataformas de streaming: https://hypeddit.com/zpoi7c
 
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Assessoria de Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Endigna lança clipe do single 'Hands on My Face'

A banda paulista Endigna, formada por Thaís Amaral (vocal), Gustavo Puff (guitarra), Bruno Mota (baixo) e Tiago Sorrentino (bateria), antecipa o álbum "Otherside" com o lançamento do single e videoclipe da faixa "Hands on My Face". "O primeiro single da Endigna com a nova formação! A música foi composta em meio à pandemia e se trata de um breve desabafo sobre a pressão e a incerteza no período de isolamento e lockdown que o mundo inteiro presenciou. Ela também aborda momentos de reflexão sobre as pessoas que infelizmente acabaram tirando suas próprias vidas por diversos motivos no período mais severo da pandemia. Em alguns países, o número de mortos pela Covid-19 ultrapassava a marca diária de 3 mil vítimas", explanou Thaís Amaral.
 
Musicalmente, a Endigna apostou em uma linguagem musical inovadora e atual, utilizando elementos eletrônicos fazendo contraponto com as afinações graves e os vocais doces e guturais de Thais Amaral. "Musicalmente, ela traz como inspiração bandas como Spiritbox, Ice Nine Kills e passando por nomes consagrados como Nine Inch Nails", detalhou Tiago Sorrentino.
 
Confira o videoclipe de "Hands on My Face", editado por Xtudo Obze, https://youtu.be/HGAs44-qBp8

Com mixagem e masterização de Bruno Bassani, o álbum "Otherside", sucessor de "Soldado Não Para" (2014), trará 10 faixas e marcará uma nova fase para a banda, criada em 2007 em Taboão da Serra (SP). "A Endigna tem como principal proposta mostrar o lado mais agressivo do metal, flertando com inúmeras vertentes do gênero com letras em português e inglês, que têm um sentido dualista em suas composições, em que apresento um vocal oscilando técnicas vocais limpas e guturais", destacou Thaís Amaral. "Nosso primeiro álbum terá uma sonoridade marcada pela união do metal moderno com nossas raízes old school", completou o guitarrista Gustavo Puff.
 
Com o álbum de estreia, a Endigna teve sua música tocando em rádios como Kiss FM e 89 FM, sendo indicada como revelação no Programa Domingão do Faustão, então na Rede Globo. Após alguns videoclipes, veio o single "De mãos Dadas" em 2018, mesmo ano em que a banda recebeu convite para abrir o primeiro show dos ucranianos do Jinjer. Dois anos depois, em novembro de 2020, veio o EP de seis faixas ''ERA 13", lançado em formato de live por conta da pandemia no 'Festival Girls Rock'. Na ocasião, a Endigna concorreu com centenas de bandas e chegou à final como uma das vencedoras. O festival foi idealizado pela Rádio Kiss FM juntamente com a produtora Top Link Music, do empresário Paulo Baron.
 
Ao longo de sua trajetória, a banda participou de shows com grandes nomes do cenário nacional, como Nervosa, Torture Squad, Claustrofobia, Ratos de Porão e Project46. "Estar no palco é a realização de tudo que fazemos. Esperamos poder fazer muitos shows para promover o novo trabalho", concluiu Thaís Amaral.
 
Mídias sociais:
https://www.facebook.com/bandaendigna
https://www.instagram.com/endigna.oficial
https://www.youtube.com/c/ENDIGNAOFFICIAL
 
Spotify: https://tinyurl.com/2p83237w
 
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


 
Assessoria de Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Cosmic Rover: vídeo de 'Catch Me' traz referências a histórias em quadrinhos

Após soltar o lyric video de "Dreams", o power trio paulistano Cosmic Rover, formado por Edson Graseffi (vocal e bateria, Motorhammer e ex-Panzer), Xande Saraiva (guitarra, Baranga) e Rodrigo Felix (baixo), apresenta o clipe de "Catch Me". Trata-se do segundo de uma série de três vídeos produzidos pelo videomaker Guto Portugal que o trio preparou para seguir promovendo o álbum "HEAVY", lançado no final do ano passado. O vídeo traz referências a histórias em quadrinhos, uma característica do Cosmic Rover, que apresentou esse temática no álbum 'Spitting Fire' (2019) em algumas faixas.
 
Confira o vídeo de "Catch Me", editado por Guto Portugal, em https://youtu.be/FgdPlhROrtw

O clipe traz animações feitas por Graseffi: "No final de 2018, produzi essas animações para iniciar o que seria um vídeo para o primeiro álbum. Porém, acabei abandonando o projeto por falta de tempo. Então, quando comecei a discutir sobre o vídeo de 'Catch Me' com Guto Portugal, lembrei que tinha esses arquivos guardados e eles se encaixaram perfeitamente na temática da letra. Assim, somado ao trabalho incrível de edição do Guto, nasceu o clipe".
 
A história do clipe se passa no futuro, onde o personagem X é condenado à prisão perpétua por correr com seu Muscle Car, um Maverick. "Para se livrar da pena, X precisa vencer uma corrida com o super piloto Hawk. Além disso, em 'Catch Me' também foram aproveitadas cenas da sessão da gravação do novo álbum", complementa Edson Graseffi.
 
O álbum "HEAVY", produzido pelo experiente Henrique Baboom Canale e que está disponível em todas as plataformas de streaming pelo selo Abraxas, traz sete faixas gravadas à moda antiga. A arte de capa foi criada por Graseffi que, além de músico, também é ilustrador e tatuador. "Ela foi concebida usando arte digital baseada em referências de artistas da Kustom Kulture dos anos 70", explica o vocalista e baterista.
 
Sobre a sonoridade de "HEAVY", o guitarrista Xande Saraiva, que faz sua estreia com o Cosmic Rover, explica: "O segredo é a liberdade de composição, sem pensar em estilos ou regras para serem seguidos. De fato, apenas fazemos o que mais curtimos fazer, que é tocar rock pesado! As influências das músicas do repertório percorrem bandas das décadas de 70, 80 e 90, ou seja, tudo o que ouvimos e de onde veio a nossa bagagem musical".

Cosmic Rover:
Edson Graseffi (vocal e bateria)
Xande Saraiva (guitarra)
Rodrigo Felix (baixo)

Discografia:
"Cosmic Rover" (EP, 2018)
"Cosmic Sessions..." (Ao vivo, 2018)
"Spitting Fire" (CD, 2019)
"HEAVY" (CD, 2021)

Confira "HEAVY" nas plataformas de streaming em https://onerpm.link/CosmicRover_Heavy

Contatos:
Instagram: @cosmicrover
Facebook: facebook.com/cosmicrovermusic/
BandCamp: https://cosmicrover.bandcamp.com/releases
YouTube: https://tinyurl.com/syaxrsnr

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

FlowerLeaf: symphonic power metal nascido no Brasil e criado na Alemanha

A banda FlowerLeaf foi fundada em 2017 pela vocalista Vivs Takahashi e o baixista Marcelo Kaczorowsky que, após um ano de descobertas e muito trabalho, lançou o álbum de estreia, "Stronger", recebido com críticas positivas ao redor do mundo. "Nós tínhamos ambições maiores com a banda e decidimos deixar o Brasil em busca de novos desafios e oportunidades. Chegamos na Alemanha em 2019 e começamos a fazer shows e participar de festivais, como o 'FemME - Female Metal Event' na Holanda", descreve Vivs Takahashi.

Formada atualmente por Vivs Takahashi (vocal), David Schnoedewind e Michal Maciag (guitarras), Marcelo Kaczorowsky (baixo) e Florian Mathes (bateria), a Flowerleaf se prepara para lançar novos singles. "A crise do coronavírus nos atingiu com força quando ainda estávamos nos adaptando a essa nova vida, mas isso não nos impediu de compor e trabalhar em todas as ideias e sonhos criativos que nos trouxeram aqui. Com a adição de Florian Mathes, David Schnödewind e Michal Maciag, estamos prontos para iniciar um novo capítulo na história da FlowerLeaf, cheio de diferentes e novas influências", comemora o baixista Marcelo Kaczorowsky.

Confira o teaser da música "The Storm" em https://youtu.be/xvX-XHNPNc8
 

"The Storm" é o primeiro single e clipe extraído de "Dreamerie - Chapter I: Time", com lançamento previsto para dezembro. "Trata-se de uma música sobre autoconfiança, lutar pelo que você quer e cumprir seu destino. Foi uma experiência incrível gravar 'The Storm', porque deu à FlowerLeaf uma nova dimensão e nos dá muitas possibilidades para o que podemos criar no futuro", observou Vivs Takahashi.

O single "The Storm" será lançado no dia 8 de abril em todas as plataformas de streaming e também cópias físicas do single, disponíveis na loja virtual da FlowerLeaf.

Dreamerie
O primeiro capítulo do projeto ambicioso "Dreamerie" é o álbum "Dreamerie - Chapter I: Time". "Dreamerie é o livro dos sonhos, cheio de desejos, fantasias e pesadelos. Ele contém os desejos do coração e os medos da alma. Como todo livro, o Dreamerie é dividido em capítulos que serão lançados como uma sequência de cinco álbuns curtos nos próximos anos. Cada capítulo trará seu próprio tema e o primeiro se chamará 'Time'. E o Capítulo II já está em andamento", concluiu a vocalista.

Sites relacionados e mídias sociais:
www.flowerleafband.com
Facebook: www.facebook.com/flowerleafofficial  
Instagram: www.instagram.com/flowerleafofficial  
YouTube: www.youtube.com/flowerleafofficial

Streaming:
Spotify: https://goo.gl/AwtbHi  
iTunes: https://goo.gl/EnHzJm
Deezer: https://goo.gl/2mRnNQ  
Google Play: https://goo.gl/HTrkWg

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  


 

Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.




 

 

Rock in Rio: Eminence confirmado como uma das atrações do palco Rock District

A banda mineira Eminence, formada por Bruno Paraguay (vocal), Alan Wallace (guitarra), Davidson Mainart (baixo) e Alexandre Oliveira (bateria, The Troops of Doom), foi confirmada para se apresentar no Rock in Rio, onde tocará no Palco Rock District no dia 2 de setembro, ao lado de Oitão, Sioux 66 e Noturnall. "Foram dois anos longe dos palcos e estamos extremamente felizes pelo convite. É uma honra poder dividir o palco com as bandas Oitão, Sioux 66, Noturnall e no mesmo dia que Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth, Sepultura, Bullet for Valentine, Black Pantera, Devotos, Steve Vai, Living Colour, Metal Allegiance, e poder representar Minas Gerais e o metal nacional em um dos maiores festivais do mundo", comemorou Alan Wallace. "Além de ser o show de lançamento oficial do novo álbum, 'Dark Echoes', também vai ser a estreia do baterista Alexandre Oliveira nos palcos com o Eminence", acrescentou.
 
"Dark Echoes", sexto álbum de estúdio do Eminence, foi produzido pelo dinamarquês Tue Madsen (Antfarm Studios), conhecido por seu trabalho ao lado de nomes como Moonspell, Behemoth, Meshuggah, Rob Halford, Vader, Dark Tranquillity, Kataklysm e outros. "Nós fizemos a pré-produção de 'Dark Echoes' durante nove meses consecutivos em 2020, em meio à pandemia, com cada integrante em sua casa", detalhou Wallace. "Este é o quarto trabalho de estúdio que fazemos com o produtor Tue Madsen. E, de fato, o consideramos como o quinto membro do Eminence."
 
A faixa-título, que traz a participação especial do vocalista sueco Björn "Speed" Strid (Soilwork, The Night Flight Orchestra, At the Movies e Gathering of Kings) e de Rodrigo Garcia (Orquestra Mineira de Rock nos Cellos), fala sobre protesto e aborda temas políticos, a desigualdade social, racismo e homofobia. Já o single/clipe "Into the Ashes" traz a presença do tecladista Márcio Buzelin (Jota Quest) no piano e do músico e DJ Marco AS nos samplers. "Wake up the Blind", por sua vez, conta com a participação especial do guitarrista Jean Patton (Project46).

Confira o videoclipe de "Wake up Blind", dirigido e editado por Bruno Paraguay e Davidson Mainart, em https://youtu.be/YFHsHAO9cnA

A pré-produção de "Dark Echoes" teve início em abril de 2020 durou nove meses consecutivos, com cada integrante trabalhando de forma remota em meio à pandemia. Agora, no entanto, o Eminence finalmente vai poder apresentar o trabalho nos palcos. "É uma honra participar novamente do Rock in Rio! Esta será a terceira vez que do Eminence em um dos festivais mais importantes do mundo. E, claro, depois de tudo que passamos durante esses anos de pandemia, com dois anos totalmente parados em termos de shows, é um bom início. Depois de tudo que aconteceu com nossas vidas, com a carreira da banda, é muito importante a nossa volta aos palcos no Rock in Rio", concluiu Wallace.
 
Agendado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro, o festival Rock in Rio será realizado no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro. "Em 2022, o público se reencontrará com dois dos espaços mais queridos da Cidade do Rock. Teremos uma Rock District com atrações já bastante conhecidas pelas pessoas, que estão preparando shows inéditos e descontraídos que contam um pouco mais sobre seus gostos pessoais, praticamente um lado B de suas carreiras. Já a Rock Street será diversa e multicultural, em uma verdadeira homenagem ao Mediterrâneo. A cenografia será rica de elementos e detalhes que representam os países da região", concluiu Marisa Menezes, diretora artística da Rock District e da Rock Street.


 
Para ouvir o álbum "Dark Echoes", acesse: https://linktr.ee/eminenceband

Formação:
Bruno Paraguay (vocal)
Alan Wallace (guitarra e synths)
Davidson Mainart (baixo)
Alexandre Oliveira (bateria)

Discografia:
Faces (EP, 1997)
Eminence (EP, 1998)
Chaotic System (1999)
Humanology (2003)
The God of All Mistakes (2008)
Live Conexao Vivo (ao vivo, 2012)
The Stalker (2013)
Minds Apart (EP, 2018)
Dark Echoes (2021)

- Bio -
Eminence foi criado em 1995, em Belo Horizonte (MG), pelo guitarrista Alan Wallace. No mesmo ano, gravou a primeira demo-tape "Hunger", que marcou a cena underground mineira. Após vários shows pelo estado de Minas Gerais, o grupo começou a ganhar visibilidade e foi convidado a participar do festival "Skol Rock", em 1997. Após esse show, o nome Eminence só cresceu e, por consequência, o grupo realizou aberturas para Mercyful Fate, Motörhead e Destruction. Rodaram o mundo com turnês e shows que passaram pela Colômbia, Nova Zelândia, Estados Unidos, Suriname e China. Já se apresentaram em duas edições do "Rock in Rio" (2015 e 2019) e no Festival Woodstock na Polônia, em 2015.

Sites relacionados:
https://rockinrio.com
https://linktr.ee/eminenceband


Mídias sociais:
@eminenceband
@rockinrio

Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review